B’nai B’rith acusa Irã de promover o terror e repudia acordo com a Argentina

Em visita a Argentina, o presidente da B’nai B’rith Internacional, Allan Jacobs, e seu vice-presidente executivo Daniel S. Mariaschin criticaram o memorandum de entendimento sobre o atentado à Amia, a ser assinado pela Argentina e Irã. “Foi um grande erro, que não agregou nada, o Irã é o que sabemos: um país que promove o terror, viola os direitos humanos e busca desenvolver armas nucleares”, disse Mariaschin. Com a assinatura do acordo, o Irã busca aumentar sua aceitação na comunidade internacional. Entre os responsáveis pelo ataque à AMIA, que matou 85 pessoas e deixou mais de 300 feridos, estão sete funcionários iranianos, entre eles o atual ministro da Defesa, Ahmad Vahidi (Iton Gadol).

Allan Jacobs, presidente da B’nai B’rith Internacional e o vice-presidente executivo Daniel S. Mariaschin
Allan Jacobs, presidente da B’nai B’rith Internacional e o vice-presidente executivo Daniel S. Mariaschin

Veja também

Dia 02 de maio, acontece mais um encontro através do Canal do YouTube da B’nai B’rith.

Domingo, dia 02 de maio às 17h, acontece mais um encontro através do Canal do …

Deixe uma resposta

Skip to content