Projeto Tikun Olam, da B’nai B’rith, tem sequência no Hospital Pequeno Príncipe

A Loja Chaim Weizman da B’nai B’rith do Paraná deu sequência ao seu Projeto Tikkun Olam Ismar Strachman no Hospital Infantil Pequeno Príncipe, na última semana de março, a primeira deste ano. Desta vez, o evento para as crianças internas contou com a participação de Tatiana Nicz, da Casa do Contador de Histórias, que divertiu bastante a garotada.

A contadora de histórias Tatiana interagiu com as crianças e seus pais, um público de 50 pessoas e ela estimulou também algumas crianças a contarem histórias. A próxima etapa já está definida para o dia 14 de abril com apresentação de um grupo musical. E em maio, haverá outra etapa com dança.

Segundo a presidente da Loja Chaim Weizman, da B’nai B’rith do Paraná, Ester Proveller, o projeto que está sendo desenvolvido por voluntários desde o ano passado é um dos mais importantes da entidade.

O projeto Tikkun Olam (que em hebraico significa “reparar o mundo”) é uma iniciativa da B´nai B´rith em conjunto com o Hospital Pequeno Príncipe, e homenageia a memória do médico pediatra Ismar Strachman, recentemente falecido. O objetivo é incentivar jovens e adultos a atuarem num trabalho voluntário com as crianças em tratamento no hospital.


BBCuritibaabril1png
A partir da esquerda, Patrícia Hanemann, Alegre Bromfman,
Cinthia Andrade e Gilza Strachman, com
Tatiana Nicz, da Casa do Contador de Histórias.
Crianças internas do Hospital Pequeno Príncipe passaram uma tarde
diferente com mais uma etapa do
Projeto Tikun Olam, da B’nai B’rith Paraná

BBCuritibaabril2
Tatiana Nicz é diretora da Casa do
Contador de Histórias em Curitiba.

Veja também

SE ATÉ O CONSELHO ISLÂMICO DO ORIENTE MÉDIO CONDENA O HAMAS, por que você, não?!?

SE ATÉ O CONSELHO ISLÂMICO DO ORIENTE MÉDIO CONDENA O HAMAS, por que você, não?!? …