IDF para PM: rebeldes sírios estão na fronteira com Israel

Forças rebeldes sírias tomaram posições ao longo da fronteira com Israel, com exceção do enclave de Quinetra, ainda nas mãos do exército sírio, de acordo com afirmações de funcionários do posto avançado das IDF no Monte Avital. Foi o que disse o primeiro-ministro Binyamin Netanyahu.

“Estamos monitorando as mudanças na Síria, há muitas ocorrendo, e afetam a segurança de Israel”, disse Netanyahu, informado sobre a barreira de segurança que está sendo erguida no Monte Avital até o ponto onde as fronteiras israelenses, sírias e jordanianas se encontram no sul das Colinas do Golan. “Eu gostaria de examinar a possibilidade de estender esta barreira [norte] até Monte Hermon de modo que ter uma barreira forte ao longo do comprimento da nossa fronteira com a Síria.”

“Este não é um problema apenas de Israel”, disse. “Estamos em estreito contato com os EUA sobre este assunto, é um interesse estratégico dos dois países.” O New York Times informou que na semana passada os principais comandantes militares de Israel discutiram com o Pentágono em Novembro acerca de imagens de satélite que ,ostram o que parece ser uma mistura de produtos químicos nas tropas sírias – provavelmente o gás sarin – em dois locais de armazenamento e enchimento de 500 quilos de bombas.

Segundo o relatório, isso resultou em um “show notável de cooperação internacional”, que incluiu uma advertência pública pelo presidente dos EUA, Barack Obama, e afiadas mensagens privadas para os líderes sírios através da Rússia, Iraque, Turquia e possivelmente Jordania que parou a mistura química e a preparação de bombas.

Veja também

Seminário e lançamento de livro marcam os sete anos da Cátedra da Cultura Judaica da PUC-SP

Nesta quarta-feira, 22 de novembro, a PUC-SP celebra os sete anos da Cátedra da Cultura …

Deixe uma resposta