Gêmeas prematuras de refugiada sudanesa são salvas pela IDF e hospitais israelenses

Duas meninas, prematuras, pesando 900 gramas cada uma, nasceram graças às Forças de Defesa Israelenses (IDF). Sua mãe, uma refugiada sudanesa foi salva nesta semana no Assaf Harofeh Medical Center, em Tzrifin em um esforço complexo que envolveu o hospital, o IDF e o Hospital Joseftal em Eilat e o Ministério da Saúde.

A mulher deu à luz com 28 de semana de gravidez no hospital Eilat. Uma vez que o hospital é pequeno, não poderia fornecer todos os serviços  necessários às gêmeas, incluindo uma unidade de terapia intensiva pediátrica.

O dr. Eli Heiman diretor da unidade de bebês prematuros do Assaf Harofeh,  seu vice dr. Rimona Quedar e uma enfermeira voaram em um helicóptero da IDF a Eilat, para levar os bebês para Tzrifin.

O diretor do Assaf Harofeh, dr. Benny Davidson também se ofereceu. Uma hora depois de terem sido avisados, os membros da equipe de médicos já estavam no helicóptero, voando para o sul com uma incubadora. “Não é fácil pilotar com dois minúsculos bebês prematuros em um helicóptero”, disse ele.

Veja também

Facebook cria sala de guerra contra manipulação em eleição no Brasil e nos EUA

Uma sala de conferências de aproximadamente oito por dez metros de área está sendo construída …

Deixe uma resposta