3° Oficina de Autocuidado no Envelhecimento: conscientização corporal e importância da audição

No dia 25 de abril foi realizada na B’nai B’rith São Paulo a 3° Oficina de Autocuidado no Envelhecimento. A professora de Educação Física Andrea Rosa Aloe iniciou um aquecimento com a participação de todos, trabalhando a conscientização corporal, fazendo uso de bolinhas de borracha para percepção de força nas mãos e sensibilidade nas solas dos pés. Propôs exercícios em duplas para estimulo de coordenação motora, o que criou um clima informal e com boas risadas.

A fisioterapeuta Mariangela Nigro Vazin fez uma excelente apresentação sobre perda de audição, mostrando as inovações em termos de aparelhos auditivos e a importância da avaliação constante do idoso, buscando melhores soluções para seus problemas. Explicou também como a falta de audição causa o isolamento social e familiar podendo gerar estados depressivos e de demência, pela falta destes estímulos.

Maria Pol e Marcos Antônio dos Santos Ribeiro apresentaram materiais de uma técnica indígena Tok Sen, onde são utilizados martelinhos e hastes flexíveis de madeira para relaxamento muscular, trabalhando com vibração como terapêutica de artroses e processos inflamatórios.

Mais um encontro criativo com nossos ativistas seniores, amigos, cuidadores e profissionais, onde os participantes ofereceram novas ideias para as próximas oficinas, demandando uma atividade com dança circular, conhecer a importância das técnicas de Pilates e nutrição.

Terminamos nosso encontro com um delicioso e tradicional chá da tarde.







 

Veja também

Ciganos usam centro contra preconceito

“Quando eu era uma criança vendendo cartões-postais a turistas, não pensava que escreveria um livro. …