Unidade iraniana que comandou ataque à Amia seria responsável pelo contrabando de armas

A Força Quds, grupo especial da Guarda Revolucionária iraniana encarregada de ‘exportar’ a Revolução Islâmica, apontada como autora do atentado à organização judaica AMIA, na Argentina, em 1994, comanda a rede mundial de contrabando de armas iranianas. O mesmo grupo seria responsável pelo armamento apreendido num cargueiro interceptado pela Marinha israelense na semana passada, tendo como destino final o Hamas, na Faixa de Gaza. De acordo com uma fonte do serviço de segurança israelense, o comandante do grupo é Qassem Suleimani, o mentor intelectual encarregado de planejar ações e de armar os inimigos de Israel. O grupo vem sendo monitorado por Israel.(Conib/Iton Gadol)

Veja também

Dia 02 de maio, acontece mais um encontro através do Canal do YouTube da B’nai B’rith.

Domingo, dia 02 de maio às 17h, acontece mais um encontro através do Canal do …

Deixe uma resposta

Skip to content