Relatório da Previdência exclui o fim da isenção a filantrópicas

O relator da reforma da Previdência deputado Arthur Maia (PPS-BA) retirou do seu parecer o fim das isenções às instituições filantrópicas das áreas da educação, saúde e assistência social. O acerto ocorreu em 18 de abril e foi articulado pelos deputados federais Darcísio Perondi (PMDB/RS) e Leonardo Quintão (PMDB/MG). O recuo ocorreu após entidades do setor mobilizarem deputados federais para a importância da filantropia e o impacto do fim das isenções. Hermano Wrobel, presidente da Associação Cultural Israelita de Brasília, representou a Conib em encontro realizado em 28 de março entre o ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Eliseu Padilha, e representantes do Fórum Nacional das Instituições Filantrópicas, que contaram com o apoio do deputado Quintão. Foi apresentado ao ministro um estudo, baseado em dados oficiais, que demonstra que para cada R$ 1 de isenção, as intuições filantrópicas devolvem R$ 6 em benefício para a sociedade, seja em bolsas de estudos, atendimento à saúde ou serviços sociais. Estiveram presentes ao encontro, além da Conib, mais 15 instituições filantrópicas.

Conib

Veja também

Uma breve história da humanidade

Curso com seis encontros. Mais informações com Roberto pelo tel.: (11) 3082-5844. Relacionado