Passeio da B’nai B’rith ao Memorial da Imigração Judaica foi um sucesso

Aprovado! O primeiro passeio da nova gestão da B’nai B’rith São Paulo foi um sucesso. O local escolhido não poderia ser melhor. O Memorial da Imigração Judaica no Brasil situa-se na sinagoga mais antiga da cidade, datada de 1912. Restaurada, conserva ainda muito de original, como o assoalho, os lustres, o Aron HaKodesh, (onde fica a Torá, os Cinco Livros de Moisés), ou os móveis.

Ao chegar, o grupo da B’nai B’rith foi recebido pelo rabino Toive Weitman, coordenador do Memorial e pelo prof. Reuven Faingold que ministrou uma verdadeira aula de história, sobre as migrações do povo judeu, desde o Império Romano e nos acompanhou durante toda a visita.

Kehilat Israel, como se chama a sinagoga, era mais do que um templo, funcionava como um centro comunitário, inclusive hospedando os imigrantes. Depois de assistir a um vídeo de 20 minutos, visitamos os diversos andares que mostram desde as tradições judaicas, às colônias agrícolas do sul do Brasil. As fotografias, os documentos e as explicações nos remeteram ao passado e também despertaram lembranças em cada um dos presentes.

A presidente da B’nai B’rith São Paulo, Zeila Sliozbergas agradeceu a presença de todos, falando sobre os próximos eventos. Ao retornar ao micro-ônibus, um gostoso lanche aguardava a todos.

memorial

Veja também

Mil Faces do Ódio – Uma exposição educativa e necessária

NESSIM HAMAOUI E EQUIPE tem a honra de convidar para a inauguração do Espaço Kadimah …