Países islâmicos bloqueiam presença de organizações LGBT em evento da ONU sobre AIDS

O bloco de países islâmicos na ONU conseguiu impedir o acesso de grupos de defensores de homossexuais e transexuais à conferência das Nações Unidas sobre a luta contra a AIDS. O evento acontece de nos dias 8 e 9 de junho. Os países que assinaram a petição não justificam os motivos de suas objeções.

A carta foi enviada pelo Egito, em nome de 51 países da organização de Cooperação Islâmica, pedindo que não se permita a 11 organizações que assistam à conferência.

A medida suscitou forte protesto dos Estados Unidos, Canadá e da União Europeia.
As organizações não governamentais cujo acesso seria proibido são do Egito, Estônia, Guiana, Jamaica, Quênia, Peru, Tailândia, Ucrânia, África e Estados Unidos.

Leia mais em:  www.itongadol.com.ar

Veja também

Agende-se para mais este importante evento da B’nai B’rith

Relacionado