Homenagem ao diplomata português Aristides de Sousa Mendes

Nos dias 21 e 22 novembro, a Comunidade Israelita do Paraná prestou homenagens ao diplomata português Aristides de Sousa Mendes, considerado Justo entre as Nações por ter desobedecido o ditador António Salazar e concedido vistos de entrada para Portugal a cerca de 30 mil refugiados durante a Segunda Guerra Mundial.

Para a homenagem, veio de Portugal um de seus netos, António Pedro de Moncada de Sousa Mendes.

No domingo, 21, foi apresentado o filme “O Cônsul de Bordéus”, seguido de bate-papo. Já na segunda, dia 22, com a presença de autoridades, foi descerrada uma placa que ficará na entrada do Museu do Holocausto de Curitiba.

O evento foi promovido pela Comunidade Israelita do Paraná, Museu do Holocausto de Curitiba, Federação Israelita do Paraná, B’nai B’rith e Instituto Cultural Judaico Brasileiro Bernardo Schulman.

“O heroísmo não é uma regra, é exceção. Aristides optou por salvar vidas e não temeu correr riscos”, afirmou Carlos Reiss, coordenador geral do Museu do Holocausto de Curitiba.

“Sou neto de alguém que viu a história e, para mim, é uma grande felicidade e emoção este reconhecimento ao meu avô. Minha própria família, depois da guerra, precisou de refúgio. E sabemos que esses gestos, às vezes, conseguem salvar mais vidas do que muitos soldados”, disse António Pedro de Moncada de Sousa Mendes.

Também estiveram presentes na cerimônia: a vice-cônsul de Portugal, Susana Pereira; a embaixatriz da Ucrânia, Fabiana Tronenko; Ney Leprevost, Secretário de Estado da Justiça, Família e Trabalho do PR; Silvana Avelar Kaplum, chefe de gabinete, representando o Secretário de Estado da Educação do PR, Renato Feder; Pier Petruzziello, vereador e líder do governo municipal de Curitiba; Odacyr Prigol, presidente da Comissão de Direito e da Liberdade Religiosa da OAB-PR; Eduardo Bekin, diretor presidente da Invest Paraná, representando o governador Carlos Massa Ratinho Júnior; David Chaim (Duda) Bergman, presidente da Kehilá do Paraná; Isac Baril, presidente da Federação Israelita do Paraná; Szyja Lorber, presidente da Loja Chaim Weizmann da B´nai B´rith Curitiba; Antonio Carlos Coelho, presidente do Instituto Cultural Judaico Brasileiro Bernardo Schulman; Miguel Krigsner, presidente da Associação Casa de Cultura Beit Yaacov; o Rabino Pablo Berman, as irmãs Ádola e Nechama, da Irmandade Evangélica de Maria, entre outros convidados.

Aristides nasceu em 1885, em Cabanas de Viriato, Portugal. Chegou a ser cônsul de Portugal em Curitiba entre os anos de 1918 e 1919 – tendo aqui, inclusive, nascido uma de suas filhas. No ano da invasão da França pela Alemanha, durante a Segunda Guerra Mundial, era cônsul português em Bordéus.

Foi repreendido por Salazar, demitido da função e ele e sua família passaram necessidades, tendo inclusive frequentado a cantina da Assistência Judaica Internacional. Faleceu em 1954, em um Hospital Franciscano, sem nunca ter sua bondade reconhecida. Em 1966, o Memorial do Holocausto em Jerusalém, Yad Vashem, atribuiu-lhe o título de “Justo entre as Nações”.

Desde 1963, o Museu Yad Vashem, em Jerusalém, já levantou diversos nomes que arriscaram suas vidas e as vidas de suas famílias para salvar judeus perseguidos.

Tais pessoas ignoraram as leis, opuseram-se à opinião pública e decidiram fazer o que lhes parecia certo. Até hoje, o Museu Yad Vashem reconhece e homenageia novos “Justos”.

Eles são condecorados (mesmo post mortem), recebem um certificado de honra e o privilégio de terem o nome adicionado ao Jardim dos Justos.

De acordo com a tradição judaica, “quem salva uma vida, salva o mundo inteiro”.
(Texto: Danielle Sommer).

 

 Homenagem ao diplomata português Aristides de Sousa Mendes  Homenagem ao diplomata português Aristides de Sousa Mendes  Homenagem ao diplomata português Aristides de Sousa Mendes  Homenagem ao diplomata português Aristides de Sousa Mendes  Quem salva uma vida, salva o mundo inteiro  Quem salva uma vida, salva o mundo inteiro

Veja também

Para quem perdeu nossa Live, a boa notícia é que dá para ver na íntegra.

A B’nai B’rith promoveu mais um encontro virtual. Desta vez foi com o advogado Fernando …

Skip to content