23 anos do assassinato de Yitzhak Rabin

No último domingo Israel lembrou o 23º aniversário do assassinato do ex-primeiro-ministro Yitzhak Rabin com cerimônias memoriais no Cemitério do Monte Herzl, na Residência do Presidente e no Knesset.

A data foi marcada por disputas políticas entre a direita e a esquerda israelenses.

Dois dos netos de Rabin acusaram abertamente o atual primeiro-ministro Benjamin Netanyahu de continuar promovendo o tipo de incitamento que, segundo eles, levaria o país à guerra civil.

Veja também

Rabino Rubem Sternschein na Bnai Brith

A convite da B’nai B’rith, o rabino Ruben Sternschein ministrará a palestra “Há razão para …