Morte de Sharon enluta B’nai B’rith

A B’nai B’rith Internacional expressa seu profundo pesar pelo falecimento do ex-primeiro-ministro Ariel Sharon.

“Israel perdeu um líder único que demonstrou a capacidade de mudar sua forma de pensar na busca de novos caminhos”, disse o presidente da B’nai B’rith Internacional Allan J. Jacobs. “Era um soldado valente e sem medo, um líder sábio e brilhante, que deixou um impacto duradouro em Israel”.

A história de Ariel Sharon e história de Israel não poderiam estar mais entrelaçadas. Sharon esteve presente no nascimento da Nação, quando era comandante da companhia de infantaria na Guerra de Independência em 1948. Cada vez que Israel estava ameaçado, Ariel Sharon se alistou em sua defesa.

 “Vivia o sonho sionista como agricultou, soldado e estadista, sempre atento às tremendas responsabilidades que marcaram seu caminho no campo de batalha ou na mesa das negociações diplomáticas”, disse o vice-presidente executivo da B’nai B’rith Internacional Daniel S. Mariaschin.

A carreira de Sharon na política começou quando foi eleito pela primeira vez para o Parlamento israelense (Knesset) em 1973. Foi ministro da Defesa em 1981 e de Relações Exteriores em 1998. Em setembro de 1999 o elegeram presidente do partido Likud e em 2001 foi eleito Primeiro Ministro.

 

Que sua memória seja uma benção.

 

Veja também

Palestinos manterão luta pacífica, diz Abbas a palestinos da América Latina

Em carta dirigida à comunidade palestina da América Latina, o presidente da Autoridade Palestina, Mahmud …

Deixe uma resposta