“Antissemitismo é pecado”, diz papa Francisco

O Papa Francisco disse hoje que “o antissemitismo é um pecado” e se referiu às raízes judaicas do cristianismo: “há que recordar sempre que o cristianismo floresceu do judaísmo”. E que não se pode ser “um verdadeiro cristão se não reconheces tuas raízes judaicas”.

Estas declarações fazem parte de entrevista concedida pelo papa ao jornal israelense Yediot Ahronot, que será publicada amanhã.

Francisco também “do fundo do meu coração” se dirigiu “as partes envolvidas” no conflito palestino-israelense, para que “ponham fim ao ódio e a violência. Construir a paz é difícil, mas viver sem paz é um pesadelo”. E condenou “com força todo tipo de violência em nome do Senhor”.

www.itongadol.com.ar

Veja também

Rabino, monja e jornalista vão debater sobre como a mentira pode ser um obstáculo a cultura da paz

Como a mentira pode ser um obstáculo a cultura da Paz? Como dividir o mundo …