Alemanha: judeu é atacado por árabe e golpeado pela polícia

Um judeu israelense foi atacado por um árabe na cidade de Bonn, na Alemanha, e espancado por policiais que chegaram ao local quando ouviram seu pedido de ajuda.

O incidente ocorreu na semana passada em um parque em Bonn. A vítima, um professor judeu israelense de 50 anos, usava uma kipá quando foi atacado por um homem árabe. O assaltante, de 20 anos, enfrentou a vítima gritando: “Não Há judeus na Alemanha”. E então o empurrou. O agressor também roubou a kipá do professor.

Quando o homem pediu ajuda, os policiais jogaram o professor no chão, algemaram-no e socaram-no no rosto. Mais tarde, a polícia percebeu que haviam prendido a vítima, em vez do agressor, e rastrearam o agressor, que foi posteriormente preso.

Na quinta-feira, a chefe de polícia de Bonn, Ursula Brohl-Sowa, se reuniu com o professor para se desculpar pelo incidente, chamando-o de “mal-entendido terrível e desafortunado”.

O ministro do Interior da Renânia do Norte-Vestfália, Herbert Reul, conversou com o professor por telefone na quinta-feira para apresentar suas próprias desculpas, informou o Westdeutsche Allgemeine Zeitung.

Radio JAI

Veja também

Convenção da Conib ganha brilho filosófico com presença de Bernard-Henri Lévy

De 23 a 25 de novembro, a Confederação Israelita do Brasil (Conib) promoveu em São …