Grandes autores escrevendo sobre presença israelense na Cisjordânia

Uma comitiva de escritores que inclui o Prêmio Nobel Mario Vargas Llosa, e a ganhadora do Prêmio Pulitzer Geraldine Brooks, visitará Israel e a Cisjordânia. Os artigos contendo suas impressões sobre a política e questões locais serão reunidas em uma coletânea a ser coordenada pelo autor americano Michael Chabon e sua esposa, a escritora israelense-americana Ayelet Waldman, para marcar os cinquenta anos da presença militar israelense na Judeia e na Samária. O livro será lançado simultaneamente em junho do ano que vem em Israel, pela editora Sifrêi Aliat Hagag e pela Harper Collins dos Estados Unidos. Diversos autores já estão chegando a Israel. O projeto que é iniciativa da organização Rompendo o silêncio.

Veja também

Encontro da B’nai B’rith, no Zena Cucina, para a Confraternização de Purin

Aconteceu na noite da última quinta-feira (21), o encontro da B’nai B’rith para a Confraternização …