EUA reavaliam apoio a Israel, na ONU?

Depois de voltar atrás em sua rejeição a um Estado Palestino, o primeiro-ministro israelense Benjamim Netanyahu afirmou que a Autoridade Palestina deve romper seu pacto com os militantes do Hamas na Faixa de Gaza e se comprometer com sinceras negociações de paz com Israel. Em entrevista ao canal NBC, Netanyahu também afirmou que está orgulhoso de ser o primeiro-ministro de todos os cidadãos israelenses, árabes e judeus.

Na mesma entrevista, Netanyahu afirmou que os Estados Unidos e Israel são os melhores amigos e trabalharão juntos “porque não temos outra alternativa”. (AFP).

Mas, hoje, os EUA informaram que não participarão do debate anual na ONU sobre violações cometidas nos territórios palestinos. Um fórum, com 47 estados membros, onde os EUA tem sido tradicionais aliados de Israel.

Veja também

Feliz aniversário, São Paulo!

Skip to content