Em discurso no Knesset contra o terror, Sara Zoabi diz ser “sionista, israelense, árabe e muçulmana”

Sara Zoabi vive em Nazaré, a maior cidade árabe de Israel, e é mãe do adolescente Muhammad Zoabi, que foi forçado a se esconder em 2014 depois que expressou publicamente apoio ao Estado de Israel, e pediu o retorno dos três jovens israelenses sequestrados pelo Hamas. Em recente edição do programa MasterChef Israel, do qual participou, Sara se apresentou como “árabe, muçulmana, israelense e sionista orgulhosa”. Confira. Em 14 de outubro discursou no Parlamento de Israel, se posicionando contra o incitamento do ódio.

“Defino-me como uma orgulhosa israelense, sionista, árabe e muçulmana. Sionista significa que apoio o direito do povo judeu, que merece ter seu próprio Estado, o sagrado solo do Estado de Israel. Como muçulmana e árabe, ativa na defesa de Israel aqui e no mundo, quero dizer a todos os árabes, especialmente aos árabes israelenses: ‘Acordem, vivemos em um paraíso!’. Em Israel existe liberdade de expressão e de religião. Aqui, os muçulmanos, drusos e cristãos desfrutam de condições que os países árabes proíbem. Só em Israel existe uma verdadeira democracia e aceitação do outro, independente de raça, religião ou cor. Claro que nem tudo é perfeito, e há coisas que precisam melhorar, mas países perfeitos só existem no papel, e não na realidade. A bandeira israelense é a minha bandeira, e o Hatikva é meu hino nacional” (Conib).

Veja também

Mais uma viagem de sucesso foi realizada pela nossa B´nai B´rith, desta vez em São lourenço – MG

Mais uma viagem de sucesso foi realizada pela nossa B´nai B´rith. Desta vez foi a …