Cartazes racistas ameaçam população negra em Blumenau

Na manhã da segunda-feira (25), bairros centrais de Blumenau (SC) amanheceram com mensagens de ódio coladas em paredes e postes. “Negro, comunista, antifa e macumbeiro, estamos de olho em você”, diziam os cartazes. Acima da frase, uma imagem ilustra figura encapuzada da Ku Klux Klan – organização racista secreta que nasceu no final do século 19 nos Estados Unidos.

O advogado Marco Antonio André, negro e adepto ao Candomblé, encontrou um dos pôsteres colado em sua porta. Em post no Facebook, ele afirma que, mais do que nunca, a luta por uma sociedade justa e igualitária é necessária. “Quando me coloco a favor dos menos favorecidos e luto pelos direitos e igualdade de todos, não quero excluir, quero agregar. Se minha luta contra o fascismo é incômoda para alguns, o problema não está em mim”.

Até a publicação dessa matéria, o post de Marco Antonio André já havia recebido centenas de compartilhamentos e comentários de solidariedade. Amigos anunciaram a denúncia ao Ministério Público Estadual, mas ainda não havia qualquer manifestação oficial do órgão.

Sul21

Veja também

Noite de Cristais – 81 anos depois

Como sobrevivente do Holocausto, não posso deixar de lembrar esta triste data que marcou o …