Ban Ki-monn foi a Israel para mediar o conflito

O agravamento da violência entre israelenses e palestinos levou o secretário-geral da ONU ao Oriente Médio para tentar mediar a crise. Esta é maior crise dentro de Israel, da última década, desde a segunda intifada, que terminou em 2005. Desde o início do recente conflito, há mais de um mês, já morreram mais civis israelenses agora do que durante toda a Guerra de Gaza no ano passado (Jornal Nacional). A violência sem freio se espalha por Israel e pelos territórios palestinos. Ao receber o Secretário Geral da ONU, Abbas reclamou que Israel não está cumprindo as determinações sobre a Esplanada das Mesquitas. Israel tem demonstrado com números que não é verdade, reiterando que Abbas vem incitando a violência.

Vamos ver como Ban Ki-moon vai conseguir mediar o conflito, uma vez que a ONU tem mostrado aceitar somente as narrativas de um lado.

Ban-Ki-moon-em-Israel

Veja também

Nós, da B´nai B´rith repudiamos de forma enérgica e veemente outra declaração tendenciosa, antissemita, racista e fomentadora do ódio proferida na África, pelo presidente Lula.

Nós, da B´nai B´rith – Filhos da Aliança, com 90 anos no Brasil e 180 …