Problemas na coalisão podem antecipar eleições israelenses

Em Israel, as eleições gerais poderão ser antecipadas para 2015 (deveriam ocorrer em 2017). A coligação que apoia o primeiro-ministro Netanyahu é muito heterogênea, reunindo de partidos de extrema direita, nacional-religiosos até o partido de Tzipi Livni de centro esquerda. Não conseguem chegar a um acordo com relação ao Estado palestino e nem sobre o orçamento de 2015.

Veja também

Seminário e lançamento de livro marcam os sete anos da Cátedra da Cultura Judaica da PUC-SP

Nesta quarta-feira, 22 de novembro, a PUC-SP celebra os sete anos da Cátedra da Cultura …