Novo promotor do caso AMIA pedirá indiciamento da presidente

Gerardo Pollicita, novo promotor responsável pelas acusações apresentadas pelo promotor Alberto Nisman, assinou hoje um requerimento para indiciar a presidente Cristina Kirchner, o chanceler Héctor Timerman e outros envolvidos no relatório de 300 páginas escrito por Nisman. Pollicita investigará o grupo de acusado de encobrir os responsáveis pelo atentado de 1994 à AMIA, mas não deve pedir ainda um depoimento da presidente.

oglobo.globo.com

Veja também

Abrão Lowenthal assume presidência do Fundo Comunitário

No próximo dia 22 de fevereiro Claudio Bobrow transmite a presidência do Fundo Comunitário a …