Mortos no conflito árabe-israelense são 0,04% das mortes de islâmicos em todas as guerras desde 1950.

Em uma pesquisa realizada em 2007, Gunnar Heinsohn, da Universidade de Bremen, e Daniel Pipes, diretor do Middle East Forum, fizeram um inventário que mostra o número total de mortes em conflitos em todo o mundo desde 1950: cerca de 85 milhões. Os números são, portanto, anteriores à guerra civil na Síria e à ascensão do Estado Islâmico. Eles revelam que cerca de 11 milhões de muçulmanos foram mortos de3 forma violenta de 1950 a 2007. Os árabes muçulmanos mortos durante todas as guerras contra Israel foram 40 mil, incluindo os 5.000 mortos durante a Guerra de Independência de Israel (1948-1949), que está fora do período delimitado para o inventário. Estes 40 mil representam cerca de 0,04% de todas as mortes de muçulmanos em todos os conflitos no mundo, desde 1950. Em contraste, mais de 90% dos muçulmanos que morreram no período foram mortos por seus próprios correligionários.

Veja no link a lista completa do inventário: http://bit.ly/2kuxedW

Conib

Veja também

Federação Israelita do Estado de São Paulo repudia vinda do Aiatolá Mohsen Araki ao Brasil

A Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp), entidade que representa a comunidade judaica …