Hamas usa garotas sedutoras para inserir spywares em celulares de soldados

A Força de Defesa de Israel lançou nesta terça-feira uma campanha para alertar seus soldados sobre os hackers do Hamas que tentam instalar spyware em seus celulares através de um aplicativo da Copa do Mundo e dois sites de encontros online. Mais de 100 soldados foram enganados fazendo o download do spyware, disse a IDF, apesar de insistir que nenhum dano foi causado à segurança israelense.

Os militares disseram ter descoberto uma conspiração do grupo terrorista baseado em Gaza para espionar os soldados, fazendo amizade com eles nas redes sociais e, em seguida, atraindo-os para o download de aplicativos falsos que deram acesso ao Hamas a seus smartphones – ligando as câmeras e dispositivos de gravação e acessando o conteúdo dos celulares.

“Não houve nenhum dano, pois descobrimos a tempo”, disse um dos oficiais, sobre a ação que recebeu o codinome de “Operação Coração Partido”.

Mas, afirmou que a tentativa mostra a adoção de novas táticas pelo grupo terrorista, que em janeiro de 2017 tentará algo semelhante.

Um policial sob a condição de anonimato revelou que se fosse bem sucedida a iniciativa de espionagem do Hamás poderia ser muito perigosa, tanto por permitir obter informações sigilosas, quanto por possibilitar a chantagem dos soldados.

Veja também

Alemanha: judeu é atacado por árabe e golpeado pela polícia

Um judeu israelense foi atacado por um árabe na cidade de Bonn, na Alemanha, e …