Alunos de Relações Internacionais da Universidade Católica de Brasília se emocionam com a memória vivas do Holocausto, ao ouvir Freddy

Embaixada de Israel promove momento único na história do curso de Relações Internacionais da UCB, com a presença do Sr. Freddy Glatt, um dos últimos sobreviventes do Holocausto, que contou sua comovente história de vida e sobrevivência à época…

Na manhã de 15 de março, os estudantes ouviram a palestra “Roubaram minha infância – Como eu sobrevivi ao Holocausto”. “Ao relembrar isso, com sua fala mansa, as mãos trêmulas e o olhar de quem está revivendo os sofrimentos, as emoções do passado, Sr. Freddy Glatt emocionou os estudantes e professores do curso de Relações Internacionais da Universidade Católica de Brasília (UCB) com seu relato de vida….”. “Nós podemos ler quantos livros quisermos, mas escutar a história é muito diferente. Você sente o impacto. Foi um momento muito obscuro da história humana que não há palavras para descrever, e, que precisamos lembrar. Se ele cair no esquecimento, ele pode ser repetir, porque o ser humano tende a errar de novo, tende a não aprender com os erros. Talvez a gente nunca entenda as causas disso, mas lembrar é muito importante para tiramos uma lição disso”, concluiu Aline Ghellere, aluna do 3º semestre do curso de Relações Internacionais.”

Freddy3 Freddy2
Vale a pena ler a reportagem: www.ucb.br

Veja também

Dia do Holocausto: 24 de Abril, B’nai B’rith Rio/FIERJ e Museu Judaico

Convite B’nai Brith – Rio e Sherit Hapleita, com apoio da Federação Israelita do Rio …