Ministro do Exterior de Israel compara rótulos para produtos da Cisjordânia a estrela amarela nazista

Os ministros das Relações Exteriores de 16 dos 28 países da União Europeia enviaram carta a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, pedindo-lhe para impulsionar o processo de rotulagem das mercadorias produzidas em assentamentos israelenses na Cisjordânia. Assinam a carta ministros da Grã-Bretanha, Espanha, Itália, Bélgica, Suécia, Malta, Áustria, Irlanda, Portugal, Eslovênia, Hungria, Finlândia, Dinamarca, Países Baixos e Luxemburgo. A Alemanha é o único dos cinco grandes Estados europeus que não a assinou.

O Ministro do Exterior israelense disse em entrevista: “Eu tenho uma sugestão sobre a forma de etiqueta (para os produtos)”. “Eles podem…rotular todos os produtos da Judéia, Samaria e das colinas de Golan, com uma estrela amarela. Acho que é extremamente adequado à posição cínica e hipócrita…”.

Avigdor Lieberman afirmou que os políticos europeus observaram o assassinato e a expulsão dos palestinos pelo estado islâmico na Síria, ou a crise no Iêmen calmamente sem se manifestar.

Veja também

Mais um encontro inspirador, na B’nai B’rith, com a neuroeconomista Renata Taveiros de Saboia

Ontem, segunda-feira, tivemos mais um encontro inspirador na B’nai B’rith! A neuroeconomista Renata Taveiros de …