Jocelyne Harari trouxe Van Gogh para a B’nai B’rith SP

A conturbada vida de Vincent Van Gogh e os reflexos em suas obras foram detalhados na palestra de Jocelyne Harari na B’nai B’rith São Paulo, na quarta-feira, 26 de abril. Com o tema: Van Gogh: A expressão máxima do êxtase e da e da cor, a professora e mestre, em História de Arte (FAAP), levou o público a mergulhar na vida do pintor, acompanhando de perto suas atribulações e sua genialidade.

Em sua curta carreira de apenas dez anos, o artista introduziu o pós-impressionismo, tornou-se o maior colorista da história – conseguiu extrair o maior número de tonalidades a partir das cores básicas, e tronou-se o pai da arte moderna mundial.

Atrás de suas pinceladas havia um profundo estudo da cor, do volume, uma técnica impressionante, relata Jocelyne.

O público viu as tristes telas retratando a miséria dos camponeses com as batatas, em tons mais escuros, até chegar ao sol radiante, aos incríveis tons de amarelo e laranja e inquietantes céus revoltos.

Foi mais uma aula sobre os grandes nomes da arte mundial, em que ninguém queria ir embora.

DSC01200
palestra2

Veja também

Uma breve história da humanidade

Curso com seis encontros. Mais informações com Roberto pelo tel.: (11) 3082-5844. Relacionado