Em Israel, ‘testamento biológico’ permite nascimento de filhos de pais mortos.

A Justiça de Israel abriu precedentes para um experimento inédito no mundo, o chamado “testamento biológico”. A concepção e o nascimento de bebês a partir de óvulos ou de sêmen deixados como “herança” por pais já mortos está ocorrendo no país sob instrução escrita dos pais falecidos. A ideia polêmica é de autoria da advogada israelense Irit Rosenblum, diretora da ONG Nova Família;

Veja também

Nota de repúdio sobre o “Desafio do Holocausto” da Rede Social TikTok

Deixe uma resposta

Skip to content