Alemanha pode multar redes sociais por discurso de ódio

Mas, os crimes de ódio nas redes sociais não atingem apenas os judeus, a tal ponto que, na última sexta-feira a o Parlamento alemão aprovou uma lei que exige que redes sociais, como Facebook e Twitter, removam discurso de ódio em até 24 horas e postagem de violência e notícias falsas em, no máximo, sete dias. O prazo corre após o conteúdo ser denunciado pelos próprios usuários da rede. Caso não cumpram a lei, as empresas poderão ser multadas em até 50 milhões.

A cada seis meses, os sites devem publicar um relatório detalhado dos crimes de ódio e sua atuação frente a cada u deles. O ministro da Justiça alemão foi um dos defensores da matéria e a lei é fruto de negociação com as empresas. Nas discussões sobre o fluxo de refugiados para o país é que os crimes de ódio costumam aparecer.

Veja também

Covardia e palavras ao vento

No dia de Yom Kippur, na cidade de Halle, Alemanha, um cidadão alemão, de nome …