Novo embaixador de Israel acredita em coexistência entre árabes e judeus

MansourRedaEm entrevista divulgada na segunda-feira (17), o novo embaixador israelense, Reda Mansour, de origem drusa, disse que Israel, apesar de ser um Estado judaico, tem “integrada” em sua cultura uma grande comunidade árabe e que, isso, “dá esperança” de coexistência pacífica no Oriente Médio. Em encontro realizado na Câmara Brasil Israel de Comércio e Indústria no Rio de Janeiro, na última semana, ele disse ter como missão fazer com que o Brasil se familiarize com aspectos de Israel ainda pouco conhecidos, como a medicina, a tecnologia e especialidades que podem contribuir, por exemplo, para a crise hídrica que o País enfrenta neste momento. Ele citou que há, no Brasil, os melhores exemplos de coexistência entre as duas comunidades (Bia Willcox e Luciano Olivieri, Brasil 247).

Veja também

Seminário e lançamento de livro marcam os sete anos da Cátedra da Cultura Judaica da PUC-SP

Nesta quarta-feira, 22 de novembro, a PUC-SP celebra os sete anos da Cátedra da Cultura …