Incitamento palestino explode nas redes sociais

Uma pesquisa na Cisjordânia, a pouco mais de um ano, mostrou que mais de 80% dos palestinos recebem notícias pelo Facebook e Twitter. Grupos terroristas palestinos foram os primeiros a identificar e usar esta tendência.

Nesta área a liderança do Hamas na Cisjordânia esbarra nas operações das Forças de Segurança de Israel e no aparato da Autoridade Palestina, uma vez que também incitam o ódio contra a AP e ao seu trabalho conjunto com a segurança israelense.

Há na web, inclusive vídeos de treinamento explicando como apunhalar vítimas da forma mais eficaz para maximizar o dano.

Desta forma, o Hamas conseguiu consolidar-se nos corações dos palestinos, especialmente da geração mais jovem, que cresceu cansada da Autoridade Palestina. Mas, a IDF, meses após o início da onda de violência que começou em outubro de 2015, montou um sistema para identificar os indivíduos que incitam a violência e já prendeu mais de 85 pessoas.

Leia o texto na íntegra em: www.noticiasdaruajudaica.com.br

palestinosinternet1

palestinosintenet2

Veja também

Trump2

Trump em Israel

Foto: RTP   |   www.bbc.com Relacionado