25 anos após atentado, embaixada de Israel em Buenos Aires lança campanha: “Paz sem Terror”

Para lembrar o 25º aniversário do bombardeio da Embaixada de Israel na Argentina, a sede diplomática lançou a campanha “Paz sem Terror”, através das redes sociais.

Esta é composta por um vídeo em que diversas personalidades conhecidas público participam, cada uma com os dedos em “V” como um símbolo de paz, e uma palma da mão aberta fazendo um “stop” como um freio ao terror, e a mensagem é que “o terrorismo não discrimina.”

O Ato oficial será em 17 de Março, com a presença do diretor-geral do Ministério das Relações Exteriores de Israel, Yuval Rotem; e o diretor do Departamento de América Latina do Ministério das Relações Exteriores israelense, Modi Efraim, assim como representantes do Estado de Israel.

Na cerimônia, haverá uma reunião de sobreviventes e parentes das vítimas de Israel e da Argentina, o que há muito não acontece e deverá ser um momento de grande emoção.

Também na quinta-feira à noite terá lugar o um Ato da Juventude e na sexta-feira pela manhã uma cerimônia na Assembleia Legislativa em Buenos Aires, nos termos da Lei 5.782 que instituiu o Dia da Memória e Solidariedade com as Vítimas do Ataque contra a Embaixada de Israel.

Esta iniciativa, cujo autor principal é o deputado Maximiliano Ferraro, incorpora a data de 17 de Março no calendário escolar. Isso representa para a embaixada, manter viva a memória para as futuras gerações.

No evento, será lançado o livro “Paz sem Terror”, criado em conjunto com o Legislativo, com textos de políticos, jornalistas e pessoas que foram diretamente envolvidas pelo ataque.

Paz-sem-Terror
Iton Gadol

Veja também

Professor de esquerda ligado a Israel aborda o antissemitismo nas esquerdas

“Convivo com gente da esquerda há décadas e, tendo uma relação muito forte com Israel …