UNESCO ignora importância do Monte do Templo para o judaísmo

Indignado com solução da UNESCO que desconsideram a importância do Monte do Templo para os judeus, o primeiro-ministro Benjamim Netanyahu ofereceu cursos de história judaica gratuitos a todos os funcionários da ONU creditados no país. Mas, eles recusaram. O Monte do Templo onde ficavam os dois Templos de Jerusalém é o local mais sagrado do judaísmo. A questão é que ali fica também a mesquita al-Aqsa/al-Haram al-Sharif, Em resolução no mês passado, a Unesco condenou Israel por dificultar ao orações no santuário, sem mencionar o nome em hebraico do local, que tem sido palco de conflitos.

Veja também

Encontro da B’nai B’rith, no Zena Cucina, para a Confraternização de Purin

Aconteceu na noite da última quinta-feira (21), o encontro da B’nai B’rith para a Confraternização …