Nós, da B´nai B´rith repudiamos de forma enérgica e veemente outra declaração tendenciosa, antissemita, racista e fomentadora do ódio proferida na África, pelo presidente Lula.

Nós, da B´nai B´rith – Filhos da Aliança, com 90 anos no Brasil e 180 no mundo, repudiamos de forma enérgica e veemente outra declaração tendenciosa, antissemita, racista e fomentadora do ódio proferida na África, pelo presidente Lula.

Comparar a legítima defesa de Israel aos ataques sofridos pelo grupo terrorista Hamas à ação nazista de Adolf Hitler, além de ignorância, é uma inverdade ímpar.

Em primeiro lugar, nada, absolutamente nada, se compara à barbárie nazista. Nada!

Em segundo, é importante salientar que Israel luta contra uma organização terrorista, o Hamas, e não contra o povo palestino, que também é vítima como escudo humano, da educação e do fomento ao ódio.

Em terceiro, o Hamas, assim como o Hezbollah e outras organizações terroristas, todos financiados pelo governo ditatorial do Irã, têm em seus objetivos declarados, claramente, o extermínio dos judeus e a destruição do Estado de Israel, além de impor o Islã em todo o mundo.

Em quarto lugar, o Hamas se esconde em túneis no subsolo, expondo a população de Gaza aos impactos diretos da guerra. Utiliza hospitais, centros religiosos, escolas e até a UNWRA – organização da ONU para refugiados palestinos – e seus membros, para guardar a sua infraestrutura, as armas e munições como o Exército de Defesa de Israel tem fartamente provado.

Enquanto os judeus e Israel valorizam a vida, assim como os povos sadios, o Hamas é adepto da morte – inclusive de seu próprio povo.

Vários genocídios vêm sendo praticados, na Síria – com mais de 500 mil mortes -, centenas de milhares de mortos no Sudão e no Yemen, e na África, com Boko Haram, para criar um estado islâmico na Nigéria. E a tudo isso o presidente Luis Inácio Lula da Silva se cala!

A responsabilidade de um presidente numa democracia, eleito pelo povo que confiou nele a sua condução, deve se comportar no sentido de refletir os anseios e os valores do povo que o elegeu e não se submeter a ordens externas. Os brasileiros trabalham para poder viver em PAZ e superar os seus problemas e desafios internos, que não são poucos.

Os brasileiros sempre se orgulharam por agirem, de coração aberto, multiculturalmente, na busca da felicidade com integração e respeito.

Sr. presidente, saiba respeitar os valores e anseios de seu povo.
B’nai B’rith do Brasil

Nós, da B´nai B´rith repudiamos de forma enérgica e veemente outra declaração tendenciosa, antissemita, racista e fomentadora do ódio proferida na África, pelo presidente Lula.

Veja também

Encontro da B’nai B’rith, no Zena Cucina, para a Confraternização de Purin

Aconteceu na noite da última quinta-feira (21), o encontro da B’nai B’rith para a Confraternização …