A B´nai B´rith São Paulo participou de evento inter-religioso para a inauguração do “Memorial da Despedida”

A B´nai B´rith São Paulo, por meio de seu vice-presidente de Direitos Humanos, Edgar Lagus (na foto, ao centro), participou, na quarta-feira passada, de evento inter-religioso na Praça Roosevelt para a inauguração do “Memorial da Despedida”, o qual homenageia as 38 mil pessoas que morreram de Covid-19 na capital paulista.

Ele esteve com o rabino Uri Lam, que proferiu uma prece na ocasião.

O memorial, composto por 38 mil cataventos (representando cada uma das vítimas) e corações pintados, é também uma oportunidade para famílias se despedirem de seus entes em um ritual, uma vez que velórios e funerais foram restringidos em meio à pandemia.

Nos finais de semana, as famílias que visitarem o espaço serão recebidas por monitores os quais entregarão fitas coloridas para que os nomes das vítimas sejam escritos. Depois, elas serão amarradas nos cataventos.

O memorial será encerrado no Dia de Finados (2 de novembro). Ao final, os cataventos poderão ser levados para casa dos familiares das vítimas.

A B´nai B´rith São Paulo, por meio de seu vice-presidente de Direitos Humanos, Edgar Lagus (na foto, ao centro), participou, na quarta-feira passada, de evento inter-religioso na Praça Roosevelt para a inauguração do “Memorial da Despedida”, o qual homenageia as 38 mil pessoas que morreram de Covid-19 na capital paulista.

 

 

Veja também

Para quem perdeu nossa Live, a boa notícia é que dá para ver na íntegra.

A B’nai B’rith promoveu mais um encontro virtual. Desta vez foi com o advogado Fernando …

Skip to content