B’nai B’rith denuncia Alto Comissário para Direitos Humanos da ONU por ameaçar empresas envolvidas com Israel

O presidente internacional da B’nai B’rith, Gary Saltzman, e o CEO Dan Mariaschin, emitiram a seguinte declaração:
B’nai B’rith International denuncia as táticas injustamente ameaçadoras do príncipe Zeid Bin Ra’ad Zeid al-Hussein contra uma série de empresas israelenses e estrangeiras. Zeid teria enviado cartas para 150 empresas dizendo que elas poderiam ser adicionadas a uma lista por fazer negócios em territórios disputados controlados por Israel.

A lista, iniciada pelo Conselho dos Direitos Humanos da ONU (UNHRC), discrimina claramente o único estado judeu do mundo e a única nação democrática no Oriente Médio, promovendo o movimento de Boicote, Desinvestimento e Sanções (BDS) palestino, cuja agenda aprofunda o conflito e afeta negativamente os palestinos empregados ou servidos pelas empresas visadas. Tais esforços discriminatórios e hostis demonstram novamente o tratamento tendencioso que Israel enfrenta nas Nações Unidas.

Na última segunda-feira, uma representante da B’nai B’rith Internacional em Genebra, Anita Winter, dirigiu-se ao UNHRC sobre esta questão; Clique aqui para ver a intervenção (começa na marca 1:38:38).

Veja também

Revista ISTOÉ pratica discurso de ódio

É com total indignação que nos deparamos hoje com a matéria de capa da revista …