Trabalho da ONU para promover paz é ‘insatisfatório’, diz Patriota

Setenta anos após sua criação, a ONU tem deixado a desejar na promoção da paz mundo afora, mas seu papel nas negociações para frear as mudanças climáticas demonstra que ela não perdeu sua vitalidade nem relevância, diz Antonio Patriota, chefe da missão brasileira na organização e ex-ministro de Relações Exteriores (2011-2013).

Em entrevista à BBC Brasil sobre a atuação brasileira na ONU, o embaixador afirma que o debate sobre clima e desenvolvimento sustentável estabelecerá novos paradigmas mundiais para o desenvolvimento e orientará a cooperação econômica futura.

“É uma agenda verdadeiramente transformadora, que envolve governos, setor privado e a sociedade civil”, diz.

noticias.uol.com.br

Veja também

Encontro da B’nai B’rith, no Zena Cucina, para a Confraternização de Purin

Aconteceu na noite da última quinta-feira (21), o encontro da B’nai B’rith para a Confraternização …