Terroristas islâmicos reivindicam atentado no Sinai

O grupo jihadista Ansar Beit al Maqdis (Seguidores da Casa de Jerusalém) reivindicou o “ataque” contra um ônibus de turistas em Taba, ao sul da peninsúla do Sinai, junto à fronteira com Israel, que deixou três mortos.

O grupo, que adota a ideologia da Al Qaeda, escreveu no Twitter que continuará atacando a economia, turismo e o gás na região.

http://www.aurora-israel.co.il/articulos/israel/Oriente_Medio/56541/

Veja também

Dia 02 de maio, acontece mais um encontro através do Canal do YouTube da B’nai B’rith.

Domingo, dia 02 de maio às 17h, acontece mais um encontro através do Canal do …

Deixe uma resposta

Skip to content