Reparação histórica à Ana Rosa Kucinski Silva

A Comissão da Verdade da Universidade de São Paulo solicitou a Congregação do Instituto de Química da USP reparação à professora Ana Rosa Kucinski Silva, sequestrada em 1974, e desaparecida desde então.

Ana Rosa foi declarada demitida por abandono de emprego, quando todos sabiam de seu sequestro junto com seu marido, o físico Wilson Silva. A Comissão anulou a medida e aprovou um pedido de desculpas à família, recebido por seu irmão Bernardo Kucinski. Dia 22, 40 anos depois do sequestro, foi inaugurado um monumento em homenagem à Ana Rosa na entrada do Instituto de Química, na USP.

Veja também

Feliz aniversário, São Paulo!

Deixe uma resposta

Skip to content