Quando Francisco acendeu uma vela de Chanucá, como cardeal Jorge Bergoglio

“Chanucá une-se em um símbolo com o Natal e é o símbolo da luz.” Isto foi expresso pelo cardeal Jorge Bergoglio pouco antes de se tornar papa, em um serviço religioso na sinagoga do NCI-Emanu El da Associação Judaica junto com o rabino Sergio Bergman, por ocasião da festividade de Chanucá.  A foto, tirada pela Agência Judaica de Notícias (AJN) percorreu o mundo, quando logo na sequencia foi nomeado papa.

Naquele dia, o arcebispo de Buenos Aires e Primaz da Argentina, o Cardeal Jorge Bergoglio, destacou os laços que ligam Chanucá, festa das luzes. “… Na história do nascimento de Jesus, os anjos anunciaram a presença de luz, ou seja, a luz está ligada tanto a um quanto a outra. . No caso de Chanucá tem um significado histórico muito específico, mas também projetado para a frente e dá origem a própria luz “, disse ele à AJN. Na ocasião contou também que não era a primeira vez que ia a uma sinagoga. “É algo que eu costumo fazer, como irmãos judeus vem à nossa casa, eu vou para a deles, nós somos irmãos. Amor leva à fraternidade “, observou o chefe da Igreja Católica.

Papacardeal

Veja também

A B’nai B’rith convida para evento especial “O Psicanalista vai ao cinema”

A B’nai B’rith convida para evento especial, “O Psicanalista vai ao cinema” 📅 26/05, domingo …