Presidente da Conib expõe a urgência de uma lei antiterrorismo no Brasil

Na seção “Espaço Aberto”, de 15 de abril, o jornal O Estado de S. Paulo publicou o artigo “Uma lei necessária”, de autoria do presidente da Conib, Fernando Lottenberg, sobre as muitas razões para que o Brasil aprove com urgência uma lei antiterrorismo.

Diz ele , entre outros: São alarmantes os relatos recentemente publicados neste jornal de que o Estado Islâmico está consolidando uma rede de recrutadores no Brasil. Nosso país não costuma ser alvo do terrorismo internacional, mas apenas o nosso histórico pode não ser suficiente para nos defender das modalidades do terrorismo atual, muito diferente daquele perpetrado no século passado.

É preciso considerar a urgência do assunto. No ano que vem vamos sediar os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro e em outras cidades do Brasil. A Olimpíada é o evento mais global do planeta, do qual participam praticamente todos os países. Justamente por isso, ela têm atraído a atenção dos grupos terroristas, em busca da oportunidade de divulgar suas ações.

A comunidade judaica brasileira sempre se sentiu segura em nosso país, que acolheu nossos antepassados de braços abertos e fraternos. Mas, assim como outros setores, incluindo os especialistas no assunto e as autoridades de segurança, pensamos que o Brasil não pode prescindir de uma lei do século 21 para combater o terrorismo do século 21.

O preço da inação é alto demais. Não podemos esperar uma tragédia acontecer para depois fazer alguma coisa. A hora de agir é agora.

Fernando K. Lottenberg é advogado, doutor em Direito Internacional (USP) e presidente da Confederação Israelita do Brasil (CONIB)

Leia a íntegra em www.estadao.com.br

Veja também

Nota de repúdio sobre o “Desafio do Holocausto” da Rede Social TikTok

Skip to content