Pesquisa mostra que 77% dos árabes-israelenses não se mudariam para um futuro Estado palestino

Pesquisa feita professor Sammy Smooha da Universidade de Haifa mostrou que 51% dos árabes israelenses se recusam a reconhecer Israel como estado judeu.

A pesquisa mostra que as relações entre judeus e árabes em Israel continuam em baixa, mas a base para a convivência continua forte; menos de 60% dos árabes israelenses reconhecem o direito de Israel existir, enquanto menos da metade reconhece o caráter judaico e democrático do país.

Mas o resultado que mais surpreendeu foi que 77% dos cidadãos árabes declararam que não se mudariam para um futuro estado palestino.

A pesquisa mostra que houve uma maior deterioração nas relações entre os cidadãos judeus e árabes de Israel nos últimos dois anos, de acordo com um comparativo de dados feitos pela Universidade de Haifa nos últimos 41 anos.

Os números mostram, por exemplo, que mais da metade dos árabes israelenses não aceita Israel com uma maioria judaica ou reconhecido como estado judeu e democrático.

Ynet News

Veja também

Revista ISTOÉ pratica discurso de ódio

É com total indignação que nos deparamos hoje com a matéria de capa da revista …

Skip to content