“Ninguém vai nos desarmar…”, diz líder do Hamas

“Ninguém será capaz de nos desarmar. E não vamos perder tempo discutindo o reconhecimento de Israel”. “Ao invés disso, vamos discutir quando eliminar Israel”. Essa foi a resposta que o líder do Hamas Yahya Sinwar deu ao apelo feito ontem pelos Estados Unidos para que o grupo renuncie às armas e à violência e reconheça Israel, se quiser fazer parte de um futuro governo palestino junto com o Fatah, de Mahmud Abbas. O apelo foi feito pelo enviado especial dos Estados Unidos para o Oriente Médio, Jason Greenblatt, que advertiu que “qualquer futuro governo palestino deve comprometer-se de forma clara e inequívoca com a não-violência, reconhecer Israel e acatar acordos pacíficos com o Estado judeu”. “Se o Hamas está interessado em desempenhar qualquer papel em futuro governo palestino, deve aceitar esses requisitos básicos”, disse Greenblatt, em comentários elogiados pelo primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

Times of Israel

Veja também

Noite de Cristais – 81 anos depois

Como sobrevivente do Holocausto, não posso deixar de lembrar esta triste data que marcou o …

Skip to content