Mulheres africanas: a rede invisível

A narrativa de Zezé Motta conta as histórias comoventes de cinco mulheres, ícones do continente africano. Graça Machel, de Moçambique, Leymah Gbowee, da Libéria, Prêmio Nobel da Paz em 2011, Sara Masari, da Tanzânia. a empresária Luisa Diogo, ex-primeira-ministra de Moçambique, e a sul-africana Nadine Gordiner, vencedora do Prêmio Nobel de Literatura em 1991. Shopping Frei Caneca, dia 8 de março, às 11h00.

Veja também

Uma manhã emocionante com apresentação do espetáculo Mergulho

Ocorreu na quinta-feira, 10 de outubro, no CEU São Rafael em São Mateus, São Paulo, …

Deixe uma resposta