Mensagem da B’nai B’rith do Brasil por ocasião de Iom Haatzmaut – Dia de Independência de Israel

Israel completa hoje, do entardecer de 4 de Iyar de 5780 até amanhã à noite, quarta-feira, 5 de Iyar e 29 de abril de 2020, os 72 anos da declaração de sua recondução à independência, o Iom Haatzmaut.

Um objetivo alcançado depois de dois mil anos de exílio forçado da terra natal de Israel, com profunda revisão e entendimento sociorreligioso, evolução, sofrimento, perseguições, discriminação, exclusão e de inclusão.

Esta data é comemorada tanto em Israel como em todo o mundo por comunidades judaicas, seus muitos amigos e admiradores, com muita alegria.

Israel, hoje, é um país moderno, à frente de seu tempo. É referência na convivência de um mosaico cultural mundial com objetivo comum, em tecnologia, medicina e ciência. Conta com mais de três mil anos de história, sendo uma inquestionável vibrante e complexa democracia no Oriente Médio. Em seu Parlamento, há representatividade de todos os segmentos da sociedade israelense, composta por Judeus, Árabes – muçulmanos ou não -, Drusos, Cristãos e outros, todos com igual direito de expressão e voto.

Contudo, infelizmente, pelo mundo todo, diariamente, vê-se questionado o seu direito de existir por parte de extremistas e/ou fundamentalistas, atuando nas organizações internacionais, no rancor dos herdeiros do nazismo, no islamismo radical, por meio de segmentos da imprensa, algumas redes sociais, entre outros. Isso deve-se à ignorância, à veneração de conceitos ultrapassados, a interesses pessoais e ao ódio, preconceito, racismo, entre outras causas.

Antes da existência do Estado de Israel, praticou-se o ódio ao povo judeu, povo de Israel. Ódio justificado por vários motivos, sociais, religiosos, políticos e econômicos. Este é hoje praticado contra o Estado de Israel, com campanhas de sua deslegitimação e, portanto, convivência com as demais nações. Afirmamos, com plena convicção, que manifestações antiossionistas são vertentes atuais do antissemitismo.

Mas, tudo será superado, com franqueza, sabedoria, objetividade e sustentabilidade. Israel tem muito a contribuir com todos os cidadãos de bem, seus governos e instituições que queiram oferecer ao seu povo local melhores condições de vida e de progresso.

Hoje é dia de júbilo, de alegria, da vitória do humanismo, da vontade de viver em liberdade, de defender e decidir o seu futuro e destino.

Dia da fraternidade, do entendimento, da democracia, de Israel como a eterna fortaleza do povo judeu.

Comemoremos o bem. Comemoremos a luz. Comemoremos um mundo onde JUSTIÇA e PAZ possam, efetivamente, prevalecer.

Chag Sameach!

Abraham Goldstein
Presidente da B´nai B´rith do Brasil

Iom Haatzmaut - Dia de Independência de Israel

Veja também

Nota de repúdio sobre o “Desafio do Holocausto” da Rede Social TikTok

Skip to content