MAIS UMA MENSAGEM ANTISSEMITA INTOLERÁVEL. Desta vez, no Flow Podcast

Estamos estarrecidos como ataques antissemitas e racistas vêm sendo feitos por pessoas e veículos de comunicação que consideramos esclarecidos.

Não podemos, de forma alguma, deixar que mensagens de ódio gratuito contra um povo, contra uma religião, sejam proferidas.

Seja contra quem for! Isso não é direito de se expressão. É disseminação do ódio, que não se pode mais permitir em nossa sociedade.

Na segunda-feira, 7 de fevereiro, à noite, o fundador do podcast Flow, Bruno Aiub, mais conhecido como Monark, fez um comentário nefasto e repugnante ao entrevistar os deputados federais Tábata Amaral e Kim Ktaguiri.

Ele defendeu a tese de que alguém pode ser antijudeu e, por isso, segundo a visão obtusa dele, poderia haver um partido nazista no Brasil.

A deputada Tábata rapidamente refutou sua fala. Contudo, mesmo assim, ele disse que o fato estaria amparado na “liberdade de expressão”.

Não, Monark, de forma alguma a liberdade de expressão pode vir acompanhada por uma mensagem que expressa a intensão de destruir, de eliminar, de segregar.

Estude e conheça a história do povo judeu e de outras minorias perseguidas pelo simples fato de pertencerem a um povo.

Isso é discurso de ódio e não “liberdade de expressão”.

Sugerir a existência de uma agremiação que defenda ataques contra minorias, difusão de desentendimentos, perseguições e assassinatos definitivamente não é liberdade de expressão!

É importante nos lembrarmos que tantos os direitos como os deveres devem ser respeitados.

É assim que funciona uma sociedade democrática, de consideração e de entendimento. E nela não há espaço para nazismo nem fascismo nem quaisquer outras ações que incentivem o ódio e a discórdia!

A nossa entidade, B’nai B’rith (Filhos da Aliança), fundada em 1843 e presente no Brasil desde 1933, é reconhecida internacionalmente como uma das maiores e mais antigas organizações judaicas em defesa dos Direitos Humanos, num ambiente democrático e pluralista.

Temos assento na ONU, na OEA e estamos presentes em 54 países.

Acreditamos na educação democrática e livre como a mais eficiente forma de termos uma sociedade onde os valores de Tzedaká (justiça social) e Tikun Olam (atuação para um mundo melhor a todos) possam naturalmente serem praticados e promovidos.

B´nai B´rith do Brasil

MAIS UMA MENSAGEM ANTISSEMITA INTOLERÁVEL. Desta vez, no Flow Podcast

Veja também

A B’nai B’rith convida para um delicioso Chá da tarde e uma excelente palestra: “Picasso e sua Genialidade” com Jocelyne Harari

A B’nai B’rith convida para um delicioso Chá da tarde e uma excelente palestra: “Picasso …