Israel interplanetária

A prefeitura de Tel Aviv anunciou uma parceria com a Nasa para a primeira linha de veículos aéreos magnéticos pessoais do mundo. O prefeito Ron Holdai disse que em dois anos estará operacional o primeiro trecho com 7 km na área norte da cidade, próximo ao porto. Suspensas em um trilho a 7 metros de altura as cabines para dois passageiros trafegarão a altas velocidades em atrito, apenas com levitação magnética.

O “trilho” será montado com postes que servirão para geração elétrica para o sistema de transporte e com excedentes para a rede da cidade. Não foram divulgadas quantas estações o sistema terá, mas promete ser uma solução ecológica e silenciosa para área urbana. O custo é estimado em 6 milhões de dólares por quilômetro construído enquanto que o bonde (tramway) que cruza Jerusalém levou 12 anos para ser concluído a um custo de 60 milhões de dólares por km e ainda é um escândalo. Estima-se que o custo do metrô de SP possa atingir até 100 milhões de dólares por quilômetro construído. A primeira crítica ao sistema de Tel Aviv é que comporta apenas dois passageiros por veículo, assim obviamente fica complicado para uma família se deslocar com seus filhos.

 

Veja também

B’nai B’rith está consternada com a invasão no Capitólio dos Estados Unidos

(Washington, D.C., 6 de janeiro de 2021) – O presidente da B’nai B’rith Internacional, Charles …

Deixe uma resposta

Skip to content