Irã ajuda rebeldes houthis no Iêmen

Enquanto os oficiais iranianos continuam negociações nucleares em Lausanne, Irã segue ajudando os rebeldes houthis no Iêmen, de formas enganosas: entre outros, criou uma nova companhia aérea para transferir armas para o país, depois que sanções internacionais foram impostas às suas aeronaves.

Anteriormente, quando os Estados Unidos impuseram sanções a empresa aérea iraniana que transferiu armas à Síria e outros locais, o Irã alterou o nome da companhia aérea para “Poya Air” e declarou que tinha um avião completamente novo. Mas na verdade, é o mesmo Yas, que já transportava armas. Todas as partidas e chegadas do Poya ocorrem no aeroporto da Guarda Revolucionária. Outro movimento suspeito é o “acordo de turismo”, assinado entre o Irã e Iêmen, permitindo 14 voos semanais de Teerã para Sana’a.

Veja também

B’nai B’rith está consternada com a invasão no Capitólio dos Estados Unidos

(Washington, D.C., 6 de janeiro de 2021) – O presidente da B’nai B’rith Internacional, Charles …

Skip to content