Hamas diz que as prisões na Cisjordânia mostram que a cooperação contínua entre a AP e Israel

A Autoridade Palestina prendeu dezenas de agentes do Hamas em toda a Cisjordânia ontem à noite e esta manhã, em um movimento que militantes islâmicos disseram ir contra a decisão da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) de ter suspendido a coordenação com Israel na área da segurança.

De acordo com diversas fontes, em uma operação conjunta de forças israelenses e palestinas, foram presos mais de 80 funcionários do grupo terrorista Hamas, incluindo prisioneiros que já haviam sido libertados, estudantes e agentes de “caridade”.

A Autoridade Palestina, liderada pelo Fatah, tem continuado a aprisionar membros do Hamas na Cisjordânia, apesar de um acordo de unidade entre os movimentos palestinos rivais em junho do ano passado.

Ismail Radwan, funcionário do Hamas, disse à agência de notícias Quds hoje que as prisões mostraram que a decisão do Conselho Central da OLP em 5 de março de pôr fim à cooperação de segurança com Israel “não valia o papel em que foi escrita”.

www.itongadol.com.ar

Veja também

Nós, da B´nai B´rith repudiamos de forma enérgica e veemente outra declaração tendenciosa, antissemita, racista e fomentadora do ódio proferida na África, pelo presidente Lula.

Nós, da B´nai B´rith – Filhos da Aliança, com 90 anos no Brasil e 180 …