Especialistas debatem Ansiedade da informação na era digital

“Estamos obesos de informação e famintos de sentido”. Esta é a constatação pessimista do professor, economista e cientista social Eduardo Giannetti da Fonseca no debate intitulado “Ansiedade da informação na era digital”, organizado pela Congregação Israelita Paulista e pela Livraria Cultura do Conjunto Nacional. O evento aconteceu dia 19 de junho no Teatro Eva Herz e reuniu mais de 170 pessoas.

AnsiedadeJá o jornalista e repórter especial da TV Globo, Eduardo Paglia, vê a realidade atual com mais otimismo. Ele conta que, na era pré-Internet, o fazer jornalístico era muito difícil. A possibilidade de comunicação entre pessoas e entre países era precária e o jornalista tinha que se submeter a horários pré-definidos de gravação e divulgação de notícias, sem, no entanto, tê-las adequadamente prospectado. Segundo ele, hoje todos são aspirantes a jornalistas, com suas câmeras e microfones em mãos.

 

Ansiedade2 Mas Giannetti e Paglia concordam: a experiência e o profissionalismo não vêm com a tecnologia. A capacidade de aprofundamento e análise é algo ainda que precisa de investimento intelectual e de tempo.
Mediado pelo rabino Michel Schlesinger, da Congregação, o debate mostrou esses profissionais de diferentes áreas e formação que tentam compreender, às pressas, as mudanças provocadas pelas tecnologias de informação e pela era digital. “Existe uma passagem da literatura judaica que orienta os pais a ensinarem seus filhos a nadar. Hoje, este mandamento é mais do que relevante. Entendo ‘nadar’ como uma analogia a saber pensar, refletir, a navegar, se necessário, contra a maré”, completou o rabino.

Veja também

Uma breve história da humanidade

Curso com seis encontros. Mais informações com Roberto pelo tel.: (11) 3082-5844. Relacionado