Errata: Tribunal polonês confirma que Janusz Korczak foi morto em Treblinka

Pedimos desculpas pelo texto truncado, da edição de 30 de março do BB Press, aceca de Janusz Korczak. O correto é  seguinte:

A Corte Distrital de Lublin confirmou que o mártir humanista e pedagogo polonês Janusz Korczak foi assassinados em 7 de agosto de 1942, no campo de concentração de Treblinka, durante o Holocausto.

Nascido Henryk Goldszmit, este professor e escritor judeu dirigiu um orfanato, mantido inclusive no Gueto de Varsóvia. A resistência judaica se ofereceu para salvá-lo, mas ele quis permanecer com suas crianças (mais de 90) até o fim e todos foram executados. É considerado o “pai” da pedagogia moderna.

Veja também

Nós, da B´nai B´rith repudiamos de forma enérgica e veemente outra declaração tendenciosa, antissemita, racista e fomentadora do ódio proferida na África, pelo presidente Lula.

Nós, da B´nai B´rith – Filhos da Aliança, com 90 anos no Brasil e 180 …